Topo
Blog do Josias

Blog do Josias

PPS tenta montar megabloco de 'nanicos' em SP

Josias de Souza

13/02/2012 17h37

O pequeno PPS tenta costurar em torno de sua candidata à prefeitura de São Paulo, Soninha Francine, um acordo com 11 legendas nanicas: PMN, PHS, PTC, PRP, PSL, PTN, PPL, PRTB, PSDC, PCB e PTdoB.

Soninha é vendida como "terceira via". Uma alternativa à velha polarização que opõe na capital paulista PSDB e PT. Uma espécie de versão municipal do projeto representado na sucessão presidencial de 2010 por Marina Silva.

O PPS esforça-se para concenver seus potenciais parceiros a abandonar o papel de "legendas de aluguel". Sugere que, em vez de entregar seus tempos de tevê aos grandes partidos, passem a atuar em "bloco".

Sustenta-se que, juntos, os nanicos se fortalecem. Ganham visibilidade e têm maiores chances de influir na disputa à prefeitura e obter assentos na Câmara de Vereadores de São Paulo.

No esforço para seduzir os nanicos, o PPS realça a posição de Soninha nas pesquisas. No último Datafolha, veiculado no final de janeiro, ela oscila entre 9% e 11%, à frente dos candidatos do PSDB e do PT.

Se vingar, a união dos Davis contra os Golias talvez não leve Soninha à prefeitura. Mas pode movimentar a modorrenta cena eleitoral de São Paulo, uma cidade hoje às voltas com um gigantesco desperdício de mediocridade.

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.