PUBLICIDADE
Topo

Josias de Souza

Avessa a Maluf, Erundina ameaça abandonar a vice de Haddad e abre 1a crise na aliança do PT

Josias de Souza

18/06/2012 19h25

Incomodada com a confirmação da aliança do PT com o PP de Paulo Maluf, a deputada Luíza Erundina (PSB) ameaça "abandonar" a posição de vice na chapa de Fernando Haddad (PT). Instalou-se na coligação petista de São Paulo uma crise.

No momento, os operadores da aliança protagonizam uma frenética troca de telefonemas. Atônitos, discutem o que fazer. Vice-presidente do PSB federal, Roberto Amaral foi acionado para comandar uma operação 'deixa-disso'.

Amaral procura Erundina para tentar demovê-la da ideia de se retirar da chapa recém-formada. Como que farejando o cheiro de queimado, mandachuvas do PSB paulista já analisam nomes alternativos.

Em conversa com o blog, um dirigente do PSB lamentou a cena: "Eu avisei que ia dar problema. A Erundina é ótima pessoa. Mas é muito complicada. Se for convidada para almoçar numa churrascaria, ela pede peixe."

Em entrevistas concedidas no final de semana, Erundina já havia manifestado sua contrariedade com o slogan da campanha de Haddad. Entrada em anos, ela enxergou preconceito na mensagem que valoriza "o novo". De resto, Maluf revelou-se um peixe demasiado graúdo para a traquéia da deputada. Um tubarão difícil de engolir.

– Atualização feita às 14h31 desta terça (19): Em entrevista, Erundina manteve as críticas à aliança do PT com Maluf. Mas já descarta a meia-volta: "Não sou de recuar. Não diria que vou retirar [o nome da chapa]. Vamos manter a decisão, que foi partidária. Vou me empenhar em dar o melhor que puder da minha contribuição, mas vou procurar demarcar campos: de um lado o senhor Maluf, de outro nós e setores da sociedade que não concordam com essa aliança."

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.