Topo
Blog do Josias

Blog do Josias

Debate equilibrado favorece líder nas pesquisas

Josias de Souza

24/10/2012 20h34

O debate SBT/UOL entre Fernando Haddad e José Serra foi marcado pelo equilíbrio. Algo que tende a favorecer o petista, que lidera as pesquisas. No instante em que os candidatos trançavam argumentos no estúdio, os institutos trouxeram à luz novas sondagens. No Datafolha, Haddad aparece 15 pontos percentuais à frente de Serra. No Ibope, a vantagem é de 13 pontos.

A quatro dias da eleição, Serra parece depender de um nocaute para reposicionar-se no ringue. E ninguém saiu do debate com o olho roxo. Igualados, os candidatos produziram um embate que favorece a consolidação do quadro esboçado nas sondagens de intenção de voto.

O telespectador e o internauta que já nutriam simpatias por Haddad não encontraram no desempenho do candidato nada que justifique uma mudança de voto. O mesmo raciocínio vale para o eleitor que já optou por Serra. Com uma diferença: em desvantagem, o tucano precisava de algo mais.

Na conta em que são considerados apenas os votos válidos (sem os brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos), Haddad prevalece no Datafolha por 60% a 40% –diferença de 20 pontos. No Ibope, o placar é de 57% a 43% –distância de 14 pontos.

Num cenário assim, tão adverso, Serra busca avidamente os votos dos indecisos. E esse pedaço desse eleitorado que ainda observa a disputa de cima do muro não encontrou no debate nenhum elemento de sedução capaz de virar-lhe a cabeça. Tanto pode se decidir por Serra quanto pode fechar com Haddad. A indiferenciação, de novo, desfavorece quem está atrás.

Como se fosse pouco, Serra enfrenta uma dificuldade adicional. O Datafolha revela que, à beira da urna, sua taxa de rejeição é de notáveis 52%. Gente que declara que não votaria nele de jeito nenhum. Refugam Haddad 25%. Novamente: como ninguém saiu do debate estirado numa maca, a tendência é de manutenção das antipatias.

– Leia aqui, aqui, aqui e aqui notícias sobre o teor do debate. Se você não teve a oportunidade de ver, pode assistir aqui, aqui e aqui aos três blocos do debate.

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.