Topo
Blog do Josias

Blog do Josias

Ou Serra aceita opção por Aécio ou ‘é melhor repensar sua vida partidária’, diz líder tucano

Josias de Souza

24/01/2013 20h03

A partir de fevereiro, o PSDB terá novo líder no Senado. A bancada escolheu Cássio Cunha Lima (PB), ligado ao presidenciável Aécio Neves. Súbito, Cássio passou a ouvir "murmúrios" sobre o suposto interesse de José Serra em acomodar na poltrona um senador do seu grupo, Aloysio Nunes Ferreira (SP). Achou estranho.

"Quando terminou o ano, a bancada já havia se manifestado pela minha indicação. Mas vou conversar com Aécio. Se ele julgar que é importante [ceder a liderança ao grupo de Serra], não vou fazer disso cavalo de batalha, não tenho obsessão pela liderança", disse Cássio ao blog.

Ele prosseguiu: "Nosso objetivo é um só: demonstrar que partido está unido em torno de Aécio. Quem quiser ter um projeto político no PSDB terá que compreender que Aécio hoje tem de fato o comando do partido. Isso se exerce em todos os planos, inclusive na liderança do Senado. A palavra final é dele."

Ex-governador da Paraíba, Cássio foi ao ponto: "O PSDB sempre prestigiou o Serra. Deu a ele legenda para ser deputado, senador, governador, prefeito e candidato à Presidência duas vezes. É um quadro importantíssimo, merece todo o respeito. Porém…"

"O PSDB fez uma opção clara pelo Aécio, é a vez dele. Se o Serra não aceitar isso, se quiser continuar fazendo esse embate interno, o melhor é ele repensar sua vida partidária dele." Muita gente já está pelas tampas com Serra no PSDB. Mas Cássio é o primeiro a falar assim, em público, sobre o custo-benefício de sua permanência no PSDB, um agrupamento de amigos 100% feito de inimigos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.