PUBLICIDADE
Topo

Josias de Souza

PEC 37 sepultaria 12 mil investigações do MPF

Josias de Souza

25/06/2013 16h37

Entre 2009 e 2013, o Ministério Público Federal abriu em 319.292 investigações próprias. Desse total, 12.548 casos continuam inconclusos e seriam sepultados se a PEC 37 fosse aprovada. Isso ocorreria porque a proposta de emenda à Constituição prevê que apenas as políciais federal e civil poderiam realizar investigações criminais.

No ano de 2013, até 18 de junho, os procuradores da República abriram 29.273 investigações. Encontram-se em andamento 7.170. Ou seja, dos 12.548 procedimentos que permanecem abertos 5.378 vêm de anos anteriores. Os dados são oficiais. Foram levantados pela Procuradoria da República.

Os números vieram à luz no mesmo dia em que, reunidos na Câmara, os líderes partidários decidiram votar a PEC 37 ainda nesta terça-feira. A tendência é de rejeição, informa o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Até duas semanas atrás, o quadro era diferente. Deve-se a reversão de expectativas à chiadeira das ruas. Os manifestantes informaram que preferem mais investigação, não o contrário.

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.