PUBLICIDADE
Topo

PT 'poupa' Lula e Dilma de ato pró-mensaleiros

Josias de Souza

05/12/2013 05h08

O PT começou a distribuir a programação do seu 5º Congresso Nacional aos cerca de 800 delegados que participarão do evento. Injetou-se na pauta um desagravo a José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares, os mensaleiros condenados e presos. Na linguagem do roteiro petista será um ato de "solidariedade aos companheiros injustiçados."

Para evitar contágios, a direção do PT teve o cuidado de distanciar Lula e Dilma Rousseff da homenagem tóxica. A presidente da República e seu antecessor participação da abertura oficial do Congresso, às 19h do dia 12 de dezembro, quinta-feira da semana que vem. A pajelança dos "injustiçados" foi programada para a Sexta-feira 13, às 10h.

Conforme já comentado aqui, o PT dispõe de uma ferramenta estatutária para desligar o fio dos seus mensaleiros da tomada. O artigo 231 do estatuto da legenda prevê a expulsão dos filiados em casos de "condenação por crime infamante ou por práticas administrativas ilícitas, com sentença transitada em julgado."

O partido se autocondenou a arrastar a bola de ferro do escândalo perpetuamente por uma simples e boa razão: o PT presidido por Genoino, comandado por Dirceu e entesourado por Delúbio invadiu o Código Penal em missão partidária. Da solidariedade depende o silêncio que preserva a harmonia da 'República Democrática e Popular'.

Expulso no alvorecer da encrenca, em 2005, Delúbio jamais levou os lábios ao trombone. Nunca lhe faltaram o pão com manteiga e os bons advogados. No ano passado, foi anistiado e reintegrado à irmandade. Desceu ao cárcere como um legítimo representante da banda muda do PT.

Serviço: Aqui, a íntegra da programação do 5º Congresso Nacional do PT.

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.

Josias de Souza