Topo
Blog do Josias

Blog do Josias

Em Alagoas, policiais torturam e filmam a cena

Josias de Souza

2018-04-20T14:07:03

18/04/2014 07h03

O vídeo acima exibe dois minutos e cinco segundos de desrespeito à dignidade de um ser humano. Policiais Civis e militares agridem um jovem por causa de uma tatuagem. Ele trazia um palhaço desenhado nas costas. Apanhou no rosto. Durante a sessão de tapas, o torturado foi obrigado pelos torturadores a repetir expressões autoofensivas. O jovem chora e pede perdão. Os policiais riem.

A identidade da vítima é desconhecida. A certa altura, chamou um dos agressores pelo apelido: "Maninho". Foi repreendido com mais um tapa. Pediu desculpas. "Ô doutor, por favor, pelo amor de Deus. Vou apagar essa tatuagem", disse noutro trecho.

Seguindo ordens de um dos policiais, o jovem se dirige a um apresentador da TV Alagoas: Sikêra Júnior, do programa 'Plantão de Polícia'. "Sikêra, eu tô arrependido desta tatuagem. Vou pedir perdão na TV Alagoas. Isso é coisa de Zé Ruela", ele diz, recitando as palavras ditadas pelo agressor.

As imagens circularam em aparelhos de celular, por meio do WhatsApp. Não se sabe quando e em que local a sessão de tortura ocorreu. A Corregedoria da Secretaria de Defesa Social de Alagoas informou que investigará o caso. A cena, por inqualificável, é muito fácil de qualificar. Trata-se de uma cena bem brasileira.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.