PUBLICIDADE
Topo

Josias de Souza

MPF cria um banco de dados para ‘fichas-sujas’

Josias de Souza

08/05/2014 17h12

O Ministério Público Federal criou um banco de dados nacional sobre os políticos 'fichas-sujas'. Reunirá informações sobre pessoas que, condenadas na segunda instância do Judiciário, estão proibidas de disputar eleições. O objetivo é facilitar o trabalho dos procuradores da República que atuam na área eleitoral, apressando os pedidos de impugnação de políticos inelegíveis.

Serão cadastradas informações sobre sentenças condenatórias dos últimos nove anos, desde 2006. Os dados serão providos por mais de três dezenas de repartições públicas. Depois, a lista de condenados será cotejada com a relação de candidaturas registradas no sistema do Tribunal Superior Eleitoral. Por ora, o banco de dados da Procuradoria anota cerca de 11 mil nomes de 'fichas-sujas'. Espera-se que a coleta das informações seja concluída até 19 de maio. Antes, portanto, das convenções partidárias de junho, que definirão os nomes dos candidatos às urnas de 2014.

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.