Blog do Josias de Souza

Simples doméstico mostrou que Brasil é governado pela prepotência impotente

Josias de Souza

No seu esforço para fazer o pior o melhor que pode, o governo se superou na estreia do Simples doméstico. Para pagar seus tributos, o brasileiro precisa aceitar sua condição de escravo da Receita Federal. Só consegue extrair a guia de pagamento do site oficial quem dá expediente integral defronte do computador, inclusive de madrugada. De raro em raro o esforço é premiado. Por enquanto, apenas 20% dos patrões alcançaram a graça de obter a guia de pagamento dos tributos e direitos trabalhistas dos seus empregados domésticos.

Desde que assumiu o segundo mandato, Dilma Rousseff não sabe muito bem que rumo vai dar ao seu governo. Mas, enquanto puder, a imperadora parece decidida a continuar enchendo o saco dos súditos. O prazo para o pagamento do ‘complicado doméstico’ vence em dois dias. Ao mesmo tempo em que se revela incapaz de fornecer a guia de recolhimento, o fisco resiste em prorrogar o prazo. Condiciona a meia-volta a uma avaliação técnica que ateste a incompetência do governo. Quer dizer: sob Dilma, os brasileiros estão sendo governados pela prepotência mais impotente de toda a sua história.

– Atualização feita às 19h05 desta quarta-feira (4): rendendo-se ao óbvio, o governo decidiu prorrogar o prazo para o pagamento do Simples doméstico.