Topo
Blog do Josias

Blog do Josias

Serra e Aloysio querem PSDB na gestão Temer

Josias de Souza

24/04/2016 06h11

O assédio de Michel Temer para que o PSDB participe de um eventual governo presidido por ele rachou o PSDB. José Serra e Aloysio Nunes Ferreira defenderam abertamente o ingresso do tucanato na ainda hipotética administração do PMDB. Com isso, alçaram voo em direção oposta à do presidente do partido, Aécio Neves, e do governador paulista Gerado Alckmin, que defendem que o PSDB dê apenas apoio congressual a Temer, sem indicar ninguém para o ministério.

Em vídeo veiculado no Facebook neste sábado (assista no rodapé), Aloysio Nunes declarou que o PSDB "não vai faltar com a sua responsabilidade". Depois de contribuir para a aprovação do impeachment, disse o senador, "cabe a nós ajudarmos o novo governo com todas as forças." Serra ecoou seu amigo Aloysio também no Facebook:

"Eu concordo com o senador Aloysio Nunes Ferreira: se o futuro presidente Michel Temer aceitar os pontos programáticos do PSDB, o partido deve apoiar o governo. E se apoiar o governo e for convidado, deve participar do governo. Seria bizarro o PSDB ajudar a fazer o impeachment de Dilma e depois, por questiúnculas e cálculos mesquinhos, lavar as mãos e fugir a suas responsabilidades com o país."

As "questiúnculas" e os "cálculos mesquinhos" mencionados por Serra referem-se à disputa presidencial de 2018. Hoje, Aécio e Alckmin disputam internamente a vaga de candidato do PSDB à Presidência. Excluído, Serra enxerga no governo Temer a possibilidade de ocupar um ministério que lhe sirva de vitrine e o recoloque no páreo.

Assediado por Temer e por integrantes do seu grupo, o PSDB decidiu submeter o tema à sua Executiva Naicional. O encontro deve ocorrer em 3 de maio. Por ora, a posição de Aécio e Alckmin é majoritária.

.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.