PUBLICIDADE
Topo

Temer aciona a ‘operação uma mão suja a outra’

Josias de Souza

27/09/2017 17h44

Michel Temer entrou em campo para socorrer Aécio Neves. Aciona seus aliados no Senado para reverter as medidas cautelares impostas a Aécio pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal. Em conversa com o blog, um dos participantes da articulação contou que Temer considerou inadequadas duas providências: a suspensão do mandato de Aécio e o recolhimento domiciliar noturno. O presidente compartilha da tese segundo a qual as medidas podem ser revertidas pelo plenário do Senado.

Não é a primeira vez que o Planalto se mexe por Aécio. A solidariedade de Temer já havia transbordado numa ação urdida para matar no nascedouro um pedido de cassação do mandato do grão-duque do tucanato no Conselho de Ética do Senado. Agora, a operação Abafa a Jato será levada ao plenário do Senado.

Temer mobiliza-se por Aécio em retribuição ao esforço do tucano para manter o PSDB no governo e armar a resistência conta as denúncias da Procuradoria que têm Temer como protagonista. Ironicamente, o delator Joesley Batista, da JBS, operou uma alteração na natureza do relacionamento da dupla. Mantinham uma aliança política. Delatados por Joesley e Cia., passaram a cultivar uma solidariedade penal que transforma o auxílio de Temer numa operação do tipo "uma mão suja a outra."

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.

Josias de Souza