Topo
Blog do Josias

Blog do Josias

País espera de Toffoli segurança, não piruetas

Josias de Souza

12/09/2018 21h12

A dança de poltronas no Supremo está crivada de ironias. Nesta quinta-feira, Dias Toffoli ocupará o assento de Cármen Lúcia e vice-versa. Ela, a favor da regra que mantém Lula na cadeia, passa o comando da Corte para ele, que ajudou a abrir a cela de José Dirceu na Segunda Turma. Com a pauta do tribunal nas mãos, Toffoli pode marcar o julgamento da ação que pede o fim da prisão na segunda instância. Com seu voto, Cármen pode desfazer a maioria que impõe a política de celas abertas na turma.

Ao soltar Dirceu, por um placar de 3 a 2, a Segunda Turma se sobrepôs ao plenário do Supremo, que, numa das decisões mais importantes de sua história, autorizou a prisão de larápios condenados por tribunais de segunda instância. Fez isso em quatro votações —as mais recentes por 6 a 5. Dirceu foi condenado pelo mesmo TRF-4 que sentenciou Lula. Não faz nexo que um esteja livre o outro preso.

Lula só continua na cadeia porque o relator da Lava Jato, Edson Fachin, minoritário na Segunda Turma, enviou o caso ao plenário, que manteve o condenado na tranca por 6 a 5. Ex-advogado eleitoral de Lula, ex-chefe da Advocacia da União sob Lula, enviado ao Supremo por Lula, Toffoli poderia assumir a presidência da Corte com a faca nos dentes. Mas isso seria ruim para a biografia do ministro e péssimo para a história do Supremo. No momento, o país espera do Judiciário segurança jurídica, não piruetas.

Sobre o Autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o Blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.