Blog do Josias de Souza

STJ mantém Beto Richa e sua mulher na prisão

Josias de Souza

A ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça, indeferiu nesta quinta-feira pedido de liberdade para o ex-governador paranaense Beto Richa (PSDB), hoje candidato ao Senado. Negou também a concessão de habeas corpus para Fernanda Richa, mulher do tucano. Os dois estão presos desde terça-feira (11). Encontram-se numa unidade da PM, o Regimento da Polícia Montada, em Curitiba.

Richa e a mulher foram presos na Operação Rádio Patrulha, conduzida pelo Ministério Público do Paraná. Investiga-se a suspeita de fraude em licitações. Em troca de propinas, as tomadas de preços teriam sido direcionadas. Apura-se também a suspeita de lavagem de dinheiro por meio de um projeto de locação de máquinas para a conservação de estradas rurais. Chama-se Patrulha do Campo.

A defesa de Richa recorreu ao STJ na manhã desta quinta-feira. Na noite da véspera, o desembargador Laertes Ferreira Gomes, do Tribunal de Justiça do Paraná, negara os mesmos pedidos. Sustentara que a prisão de Richa e Fernanda, ex-secretária da Família na gestão do marido, é necessária para evitar que os dois , além de outros detidos, “deturpem a investigação que está em curso, orientando testemunhas e destruindo ou alterando documentos”.