Topo
Blog do Josias

Blog do Josias

Exército e Marinha disputam a pasta da Defesa

Josias de Souza

2009-11-20T18:00:26

09/11/2018 00h26

Noutros tempos, composição ministerial era um outro nome para guerra partidária. Sob Jair Bolsonaro, os militares substituem os políticos na disputa por espaço na Esplanada. Exército e Marinha medem forças pelo controle da pasta da Defesa.

A disputa foi deflagrada depois que Bolsonaro decidiu reposicionar o general Augusto Heleno. Deslocou-o da poltrona de ministro da Defesa para a de ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI).

O Exército viu no movimento uma chance para reivindicar a manutenção do atual ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna. Mas a Marinha esboçou interesse em acomodar no posto o comandante da força, almirante Eduardo Bacellar Leal.

Para desassossego do Exército, Bolsonaro pende para a Marinha, única arma ainda não aquinhoada com um ministério. Em privado, o presidente eleito alega que é necessário assegurar o equilíbrio entre as três forças.

A Aeronáutica está simbolicamente representada na pasta da Ciência e Tecnologia, que será chefiada pelo astronauta Marcos Pontes, tenente-coronel da Força Aérea Brasileira. Quanto ao Exército, há uma super-representação.

Afora o próprio capitão Bolsonaro e seu vice, o general Hamilton Mourão, são egressos do Exército os generais Heleno (GSI) e Oswaldo Ferreira, que será ministro na área de infraestrutura —no Planalto ou num superministério.

Seja qual for o desfecho da disputa, uma conclusão se impõe: nenhuma outra agremiação ocupará tanto espaço no primeiro escalão da gestão Bolsonaro quanto o PFA ('Partido das Forças Armadas').

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o Autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o Blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.