Topo
Blog do Josias

Blog do Josias

Bolsonaro posta vídeo em que pastor africano o cita como escolhido de Deus

Josias de Souza

2019-05-20T19:19:38

19/05/2019 19h38

Apenas 48 horas depois de compartilhar pelo WhatsApp um texto que se refere ao Brasil como um país "ingovernável" fora dos "conchavos", Jair Bolsonaro voltou à carga no Facebook. Postou neste domingo vídeo que exibe a manifestação de Steve Kunda, um pastor nascido no Congo e radicado na França. Na peça, Kunda declara que Bolsonaro "foi escolhido por Deus" para comandar o Brasil

Ao apresentar o vídeo, Bolsonaro anotou: "Pastor francês (sic) expõe sua visão sobre o futuro do Brasil. Não existe teoria da conspiração, existe uma mudança de paradigma na política. Quem deve ditar os rumos do país é o povo! Assim são as democracias."

Disse Steve Kunda no vídeo: "Não faço política, sou pastor. Mas creio que tenhamos que exercer uma influência na política. A igreja não é só orar manhã, noite e tarde. A igreja é influenciar a sociedade no campo positivo, não só negativo. Na história da Bíblia, houve políticos que foram estabelecidos por Deus. Um exemplo é quando falam do imperador da Pérsia, Ciro. Antes do seu nascimento, Deus fala através de Isaías: 'Eu escolho meu servo Ciro'. E o senhor Jair Bolsonaro é o Ciro do Brasil, você querendo ou não."

O pastor africano declara que o próprio Deus lhe informou sobre a missão atribuída a Bolsonaro. Ele exorta os brasileiros a apoiarem o capitão, abstendo-se de fazer oposição: "Eu não moro aqui. Mas falo da parte de Deus. Vocês aceitando ou não, você seja de esquerda ou de direita, o senhor Jair Bolsonaro é o Ciro do Brasil. Deus o escolheu para um novo tempo, para uma nova temporada no Brasil. Não passe o seu tempo criticando. Juntem as forças e sustentem esse homem. Orem por ele, encorajem ele, não façam oposição, venham fazer proposição."

Impossível deixar de estabelecer uma conexão entre o texto despejado no WhatsApp há dois dias e o vídeo deste domingo. O texto que Bolsonaro recomendou como "leitura obrigatória", realça a resistência das "corporações" e as travas do Congresso. O vídeo contrapõe a esse cenário que pode levar o governo a ser "desidratado até morrer de inanição" a figura messiânica de um enviado dos céus.

A passagem bíblica evocada pelo pastor Kunda —"Deus fala através de Isaías"— consta do Capítulo 45 do livro de Isaías. Eis o início: "Assim diz o Senhor ao seu ungido, a Ciro, a quem tomo pela mão direita, para abater as nações ante a sua face, e para descingir [desapertar] os lombos dos reis, e para abrir diante dele as portas, que não se fecharão. Eu irei adiante de ti, endireitarei os caminhos tortuosos, quebrarei as portas de bronze e despedaçarei as trancas de ferro; dar-te-ei os tesouros escondidos e as riquezas encobertas…"

Steve Kunda se autoproclama um "profeta". Fundou na França a igreja evangélica Orleans Gospel 45. O vídeo reproduzido por Bolsonaro foi exibido no último dia 10 de abril por uma emissora de Belo Horizonte, a Rede Super de Televisão. Pertence à Igreja Batista de Lagoinha.

A certa altura, Kunda disse ter escutado do Todo-Poderoso uma profecia que orna com a percepção de qualquer brasileiro com dois neurônios: "Deus falou que os dois primeiros anos dele [Bolsonaro] não vão ser fáceis." A julgar pelos primeiros quatro meses e meio, faz sentido. "Mas a mão de Deus está com ele porque vai cortar muitos obstáculos, muitas opressões", tranquilizou o pastor. "Foi Deus quem o escolheu."

Bolsonaro espalha o texto apocalíptico e o vídeo tranquilizador às vésperas de manifestação convocada por seus apologistas nas redes sociais para o dia 26 de maio. O presidente parece empenhado em mobilizar seus apoiadores para que desçam ao asfalto. Nem seria necessário, pois quem tem Deus como aliado para enfrentar as tramas diabólicas da política decerto não precisa do apoio das ruas.

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.