Topo
Blog do Josias

Blog do Josias

Congresso exibe sua crise de nitidez nas redes

Josias de Souza

2024-05-20T19:03:07

24/05/2019 03h07

A Câmara concluiu a votação da medida provisória que deu novo formato ao ministério de Jair Bolsonaro. Para o deputado Eduardo Bolsonaro, filho Zero Três do presidente, o governo sofreu "uma derrota com gosto de vitória", pois o Coaf foi retirado das mãos de Sergio Moro numa votação apertada: 228 a 210. Ou seja: o centrão emagreceu.

Líder do governo no Congresso, a deputada Joice Hasselmann avalia que não houve uma derrota, pois o Coaf foi para as mãos "eficientes" do Posto Ipiranga Paulo Guedes. Em café da manhã com jornalistas, Jair Bolsonaro disse que houve um empate: 1 X 1. Nessa versão, o governo não teve tudo o que desejava, mas salvou o essencial. Derrota com gosto de êxito, vitória magra ou empate? Ah, que saudade daquele tempo em que a política era mais simples.

Havia no Congresso a ala do governo e a banda da oposição. Contados os votos, identificavam-se instantaneamente os perdedores e os ganhadores. Hoje, o governo se opõe a si mesmo. A oposição virou um adereço. E há no plenário um elemento novo. Chama-se redes sociais. As sessões legislativas viraram grandes lives, com vários parlamentares transmitindo ao vivo o derretimento do Legislativo.

O Congresso vive uma crise de nitidez. A oposição é massa de manobra do centrão. E vice-versa. O PSL, partido do presidente briga consigo mesmo. Expostos na vitrine da internet traidores podem mudar de rota em pleno voo. O lema de Jair Bolsonaro é "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos." Mas no momento o Brasil continua na descendente. E quem controla a política é o Tinhoso. Num ambiente assim, é difícil encontrar um ganhador. Mas uma coisa é certa: o perdedor é você.

Tempos modernos: Derretimento do Legislativo é transmitido nas redes sociais em tempo real

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.