Topo
Blog do Josias

Blog do Josias

Bolsonaro insinua estar desconfortável no trono

Josias de Souza

05/06/2019 20h26

Numa entrevista amiga ao Programa do Ratinho, Jair Bolsonaro voltou a insinuar que não se sente confortável na função de presidente da República. Comparou a hospedagem no Palácio da Alvorada a uma prisão domiciliar. Isso mesmo, ele disse que se considera como presidiário em regime fechado em casa, sem tornozeleira. Queixou-se de não poder ir à praia ou ao shopping.

Na mesma entrevista, Bolsonaro referiu-se em timbre tedioso à tramitação da reforma da Previdência no Congresso. Reconheceu que seu governo ainda não dispõe dos 308 votos de que precisa para aprovar a mexida previdenciária na Câmara. E não parece muito disposto a se mexer. "A bola está com o Parlamento", ele declarou.

O diabo é que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirma que cabe ao Planalto, não a ele, realizar as negociações que fazem a bola rolar no Legislativo. Há muito a fazer fora do fisiologismo. Por exemplo: dialogar com os parlamentares novatos, atrair os deputados conservadores que fogem do carimbo do centrão… Esclarecer, afinal de contas, qual é o projeto do qual os aliados extrairão dividendos políticos se o governo der certo.

Bolsonaro pode fazer muitas coisas, menos tentar convencer a plateia de que a Presidência é um suplício. O salário passa de R$ 30 mil. Há carro com motorista na porta e avião no hangar. A moradia é um palácio com toda a mordomia que o dinheiro público pode pagar. E sempre há a possibilidade de usufruir do prazer de demitir ministros como Damares Alves, Abraham Weintraub e Ernesto Araújo. Se apesar de tudo isso Bolsonaro estiver desconfortável com o trono, não precisa continuar fazendo o favor de governar o país para os brasileiros. Basta que renuncie e vá à praia.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.