Topo
Blog do Josias

Blog do Josias

Desigualdade realça disfuncionalidade da política

Josias de Souza

16/10/2019 15h57

O aumento do fosso que separa ricos e pobres no Brasil, detectado pelo IBGE, torna ainda mais irritantes dois dos principais fenômenos políticos do país. O primeiro fato irritante é a recusa de Lula, Dilma Rousseff e do PT de enxergar culpados no espelho. O segundo acontecimento azucrinante é a incapacidade de Jair Bolsonaro de evitar a fabricação de conflitos que criam insegurança e retardam a recuperação da economia brasileira.

Foi sob Lula que nasceram os dois maiores escândalos do país: o mensalão e o petrolão. Foi Lula quem fabricou a fábula da gerentona, que permitiu a Dilma mergulhar o Brasil na maior recessão de sua história. Bolsonaro não tem nada a ver com isso. Foi eleito como solução por 57 milhões de brasileiros. Mas começa a ser visto como parte do problema ao se firmar como maior produtor nacional da instabilidade política que envenena os negócios.

A crise econômica, como se sabe, leva ao aumento da desigualdade. Por uma razão singela: os ricos sempre terão maiores condições do que os pobres de se proteger dos efeitos da recessão e da estagnação econômica. Um rico, se descuidar, reduz o nível de sua riqueza. O pobre pode descuidar à vontade que não corre risco de ficar rico.

Ironicamente, a desigualdade bateu recorde em 2018, quando o país ensaiava uma recuperação. Mais uma evidência de que cair no buraco é mais rápido do que sair dele. Num cenário assim, não resta a Bolsonaro senão fechar a usina de crises e prover a serenidade indispensável ao bom funcionamento da economia. O capitão já deveria ter notado que foi eleito para consertar o estrago, não para passar quatro anos colocando a culpa na "esquerda".

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor