PUBLICIDADE
Topo

Josias de Souza

Bolsonaro faz do fiasco de Vélez um fator de avacalhação da sua Presidência

Josias de Souza

29/03/2019 19h03

Jair Bolsonaro promoveu nesta sexta-feira uma intervenção no Ministério da Educação. Nomeou o tenente-brigadeiro Ricardo Machado Vieira para o cargo de secretário-executivo da pasta. Na prática, trata-se de um vice-ministro. A ideia não declarada do governo é que o militar assuma o comando do ministério, convertendo o hipotético ministro Vélez Rodrigues num asterisco. Em três meses de governo, Vieira é o quarto secretário-executivo do MEC.  

Se tudo correr como combinado, o tenente-brigadeiro esvaziará também a interferência do polemista Olavo de Carvalho, que vinha desgovernando a gestão de Vélez desde os Estados Unidos. Teleguiado, o suposto ministro revelou-se um personagem radioativo. É ideologicamente confuso e gerencialmente caótico. Sob sua confusão, o Ministério da Educação virou uma porta giratória pela qual passaram 16 assessores graduados.

Autossuficiente em sua insuficiência, Vélez afastou gente que ele mesmo nomeara. O ministério está virtualmente paralisado. Até Bolsonaro já notou que há "problemas" no MEC. Entretanto, em vez de cortar Vélez pela raiz, o capitão preferiu prolongar os malefícios de um desastre gerencial. Quando o 'número 2' do MEC passa a dar as cartas no lugar do ministro é sinal de que o problema passou a ser o 'número 1' do Planalto.

Jair Bolsonaro conseguiu transformar o fiasco de Vélez Rodriguez em mais um fator de avacalhação da sua Presidência.

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.