Topo
Blog do Josias

Blog do Josias

Descontrole de Carluxo ocorre sob controle do pai

Josias de Souza

10/09/2019 20h07

Todas as autoridades acomodadas na linha de sucessão da Presidência da República admoestaram Carlos Bolsonaro por sua postagem antidemocrática. Presidente em exercício, o general Hamilton Mourão declarou que a democracia é "fundamental". O presidente do Senado Davi Alcolumbre expressou o seu "desprezo". Para o mandachuva da Câmara, Rodrigo Maia, a manifestação de Carluxo produz "insegurança". E quanto a Jair Bolsonaro? Zzzzzzzzzz!

Bem, o pai do cavaleiro do Apocalipse do Twitter se absteve de admoestar o filho pelo post segundo o qual "por vias democráticas a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade que almejamos". Jair Bolsonaro tampouco animou-se a comentar a tentativa de Carluxo de atribuir a péssima repercussão de sua teroria à má-fé da imprensa. Chamou os jornalistas de "canalhas".

Questionado sobre a reação do presidente, o general Otávio Rêgo Barros, porta-voz do Planalto, disse que, para Bolsonaro, postagens feitas nas redes sociais são de responsabilidade dos seus autores. Para desassossego geral, ficou entendido que o descontrole do filho Zero Dois acontece sob absoluto controle do pai-presidente.

Foi assim também quando Carluxo empurrou para fora da secretaria-geral da Presidência o então ministro Gustavio Bebianno. Deu-se a mesma coisa quando o personagem se juntou ao polemista de estimação da família, Olavo de Carvalho, para fustigar o vice-presidente Hamilton Mourão e expurgar da Secretaria de Governo o general Santos Cruz.

Bolsonaro não seria o Jair que todos conhecem se admoestasse o filho pelas palavas de timbre golpista dias depois de ter elogiado o ditador chileno Augusto Pinochet.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na ''Folha de S.Paulo'' (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro ''A História Real'' (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de ''Os Papéis Secretos do Exército''.

Sobre o blog

A diferença entre a política e a politicagem, a distância entre o governo e o ato de governar, o contraste entre o que eles dizem e o que você precisa saber, o paradoxo entre a promessa de luz e o superfaturamento do túnel. Tudo isso com a sua opinião na caixa de comentários.